Incontinência urinária: um problema que atinge a maioria dos homens


A incontinência urinária nos homens pode estar relacionada a diversos fatores, como pós-operatório, trama, doenças neurológicas e sequelas na cirurgia de próstata ou uretra, embora associada a homens entre 45 e 70 anos, essa doença pode surgir com qualquer idade.


Com a idade, o volume da próstata tem tendência a aumentar, o que pode atrapalhar o fluxo da urina e provocar uma disfunção da bexiga. É a chamada Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), que afeta 50% dos homens a partir dos 50 anos.


A incontinência urinária afeta mais de 10 milhões de pessoas no Brasil, e pelo menos 25% dos casos, os homens são os mais afetados. No pós-operatório de remoção da próstata no tratamento cirúrgico do câncer de próstata, cerca de 2 a 10% dos casos, o paciente pode apresentar incontinência, também em 1% dos casos de tratamento da Hiperplasia Prostática Benigna (HPB).


Muitos não procuram ajuda médica, pois acham que é normal não ter controle da urina com certa idade. Outros não buscam auxílio porque se sentem constrangidos com o problema. Homens com doença de Parkinson ou que sofreram Acidente Vascular Cerebral (AVC), também podem sofrer com a falta do controle urinário.


Por falta de informação, a maioria dos pacientes que sofrem com a incontinência, leva muito tempo após a cirurgia ou ao sinal do primeiro sintoma para procurar pelo tratamento, se tornando dependentes de fraldas ou submetidos a cirurgias.


Procure o seu médico, mantenha uma alimentação balanceada, evite bebidas alcoólicas e pratique exercícios físicos. A incontinência urinária tem tratamento e pode ser evitada.